Cresce demande de processos trabalhistas em Camaçari

Muitos funcionários demitidos do Polo não receberam seus direitos

25/10/2016

Em razão do grande número de empregados demitidos no Polo Petroquímico, houve um aumento no número de processos trabalhistas em Camaçari.

Segundo o advogado Mauro Scheer, do escritório Scheer & Advogados Associados, consultado pelos trabalhadores locais, cerca de 800 pessoas perderam o emprego. Ainda de acordo com o especialista, muitas empresas não estão pagando sequer a rescisão, pois contam que os funcionários de qualquer forma entrarão com ação na Justiça do Trabalho.

“O grande problema é que estes trabalhadores não têm nenhuma verba para saldar seus compromissos. Eles não receberam aviso prévio, férias, 13º salário e o pior, sem a guia do seguro desemprego e do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), não podem dar entrada na Caixa Econômica para receber estes direitos também”, explica Scheer.
Diante da grande demanda, o advogado passará a atender em novembro na região.

No Brasil, quase três milhões de processos estão em tramitação na Justiça do Trabalho.

Fonte:
http://camacaridiario.com/noticias/mais-noticias/cresce-demanda-de-processos-trabalhistas-em-camacari/